Rua Sorocaba, 706 - Botafogo
CEP: 22271-110 - Rio de Janeiro - RJ
Tel.:2103-1500 - Fax:2579-3713
E-mail: sac@clinicoop.com.br
Notícias

[15/03/2019]
Comer cogumelos duas vezes por semana reduz risco de perda de memória
Comer cogumelos ao menos duas vezes por semana pode ajudar a prevenir problemas de memória e fala em pessoas com mais de 60 anos.
[22/02/2019]
Minicérebros criados em laboratório no Rio têm até olhos
No futuro, testes dirão se os organoides podem enxergar; estruturas devem servir para entender doenças e avaliar medicamentos
[15/02/2019]
Gonorreia: por que a doença está ficando resistente a medicamentos
Bactéria responsável pela infecção sexualmente transmissível está desenvolvendo resistência aos antibióticos existentes
[14/02/2019]
Surto de febre amarela avança para Sudeste e Sul, alerta OMS
Em comunicado emitido em Brasília, entidade amplia área de vacinação para estrangeiros e aponta para terceira onda de contaminação

+ mais   
Dicas

4 dicas para o cuidado com as crianças no verão


18/01/2017


O uso de protetores e bloqueadores é imprescindível, bem como roupas frescas que facilitem a transpiração e protejam do sol | Crédito: Shutterstock
O verão é a época do ano mais esperada pela garotada. Férias, viagens, praia, sol e muito calor. No entanto, é a época em que os pais devem ter um cuidado ainda mais redobrado com a saúde de seus filhos.

O coordenador da UTI Pediátrica do Grupo Hospitalar Vidas, Dr. Luís Aurélio de Oliveira, listou algumas dicas sobre as precauções a serem tomadas no cuidado com as crianças no calor:

1) A concentração de água no corpo dos mais jovens é bem maior que a de um adulto, e por isso, é altamente necessário, além da ingestão de líquidos, uma alimentação leve, fresca e de fácil digestão.

2) A pele das crianças também é bem mais fina que a dos adultos, e sua exposição exagerada ao sol pode causar queimaduras e complicações pela pele. Portanto, o uso de protetores e bloqueadores é imprescindível, bem como roupas frescas que facilitem a transpiração e protejam do sol.

3) Deixar a casa arejada no calor é indispensável, porém, é importante ficar atento aos insetos transmissores de doenças como a dengue e a chikungunya. Uma saída para se proteger, é o uso de mosquiteiros nas janelas e repelentes pela casa e pelo corpo.

4) Outra opção para refrescar os ambientes é o ar condicionado, mas é essencial o uso responsável e moderado. É importantíssimo que o aparelho esteja em boas condições de limpeza e funcionamento, para evitar doenças respiratórias e outras complicações.

Fonte: Máxima



Bookmark and Share

< voltar   
Home     |     Clínica     |     Especialidades     |     Corpo clínico     |     Localização     |     Contato