Rua Sorocaba, 706 - Botafogo
CEP: 22271-110 - Rio de Janeiro - RJ
Tel.:2103-1500 - Fax:2579-3713
E-mail: sac@clinicoop.com.br
Notícias

[08/12/2017]
Anticoncepcional moderno está ligado a risco de câncer, diz estudo
Os pesquisadores encontraram um risco similar de câncer de mama com o dispositivo intrauterino (DIU) exclusivo de progestina
[06/12/2017]
Mulher com útero transplantado nos EUA dá à luz bebê saudável
É o primeiro caso registrado com sucesso nos Estados Unidos; técnica já é usada na Suécia
[04/12/2017]
Conheça os sintomas da endometriose, doença que afeta 7 milhões de brasileiras
Um problema que tem se tornado comum entre as mulheres
[01/12/2017]
Preconceito é um dos maiores obstáculos para quem vive com HIV
Apesar do avanço no tratamento nos últimos anos, a discriminação quase não mudou. Preconceito existe até no sistema de saúde.

+ mais   
Dicas

Orquestra hormonal (sinfonia de hormônios)


29/08/2012


Os hormônios humanos têm uma quantidade inumerável de funções. A importância hormonal é tanta que para que um recém nascido possa respirar ao nascer é preciso a liberação de grandes quantidades de hormônios em seu pulmão. O crescimento, a formação de músculos, a transformação de uma criança em um adulto, a força do coração, a capacidade de raciocinar do cérebro, o poder de cicatrização de nossos tecidos, todas essas são funções dependem diretamente da produção hormônios.

Alguns tipos de hormônios

Grelina (Fome) – O hormônio da fome é secretado sobretudo quando o estômago está vazio. Ativando as regiões cerebrais associadas ao apetite.

Melatomia (Sono) – Secretada na ausência de luz solar, a melatonina é o hormônio do sono. Ela faz com que o organismo passe a funcionar em ritmo mais lento, sem o qual o repouso noturno é inviável.

Oxitocina(Paz e Amor ) – É um dos poucos hormônios produzidos no cérebro. Por isso, é também uma das substâncias que mais impactam o comportamento humano.

Progesterona (TPM) – O hormônio atinge seu ápice no fim do clico menstrual, É a lógica evolucionista: a mulher se torna irascível de modo que os homens se afastem e ela possa se dedicar à gestação.

Testosterona (Vigor Masculino) – Produzida em quantidades trinta vezes maiores nos homens, a testosterona é o hormônio que determina o desejo sexual e as características físicas do sexo masculino.

Dopamina (Alegria e prazer) – É o hormônio da felicidade e do prazer. A sensação deflagrada pela substância é tão intensa que, para evitar um colapso, o organismo logo interrompe a sua produção.

Cortisol (Stress) – Conhecido como o hormônio do stress.

Estrógeno (Curvas femininas) – Feminino por excelência, o estrógeno é o responsável pelas curvas das mulheres.

GH (hormônio do crescimento) –Está envolvido no processo de regeneração celular de músculos, unha, pele e cabelo, estimula a formação óssea e participa da síntese de várias proteínas.

A importância do equilíbrio Hormonal

E é por isso que à medida que envelhecemos e perdemos o equilíbrio hormonal a maior parte das funções que dependem dos hormônios começa da deteriorar. Por volta dos 30 anos o nosso corpo está programado para diminuir a produção hormonal e é aí que começamos a nos sentir mais cansados, mais esquecidos, com mais dificuldade de aprender , de fazer exercícios, de se recuperar de uma doença, temos mais problemas circulatórios e do coração.
Os hormônios são os responsáveis por regular os diversos processos do corpo humano, como o crescimento, a reprodução, o sono, o controle de peso e a imunidade e necessitam estar em plena harmonia para que possamos ter uma saúde plena . Portanto, devemos cuidar da nossa alimentação e realizar atividades físicas regularmente. Essas ações trarão um maior equilíbrio entre os hormônios, e consequentemente uma saúde mais sólida.

Fonte pesquisada: Revista Veja (Edição 2283 - ano 45 - n° 34 de 22 de agosto de 2012) reportagem sobre Hormônios.



Bookmark and Share

< voltar   
Home     |     Clínica     |     Especialidades     |     Corpo clínico     |     Localização     |     Contato