Rua Sorocaba, 706 - Botafogo
CEP: 22271-110 - Rio de Janeiro - RJ
Tel.:2103-1500 - Fax:2579-3713
E-mail: sac@clinicoop.com.br
Notícias

[15/03/2019]
Comer cogumelos duas vezes por semana reduz risco de perda de memória
Comer cogumelos ao menos duas vezes por semana pode ajudar a prevenir problemas de memória e fala em pessoas com mais de 60 anos.
[22/02/2019]
Minicérebros criados em laboratório no Rio têm até olhos
No futuro, testes dirão se os organoides podem enxergar; estruturas devem servir para entender doenças e avaliar medicamentos
[15/02/2019]
Gonorreia: por que a doença está ficando resistente a medicamentos
Bactéria responsável pela infecção sexualmente transmissível está desenvolvendo resistência aos antibióticos existentes
[14/02/2019]
Surto de febre amarela avança para Sudeste e Sul, alerta OMS
Em comunicado emitido em Brasília, entidade amplia área de vacinação para estrangeiros e aponta para terceira onda de contaminação

+ mais   


Médicos devem convocar pacientes para reavaliação


19/08/2010


A Câmara Técnica de Cirurgia Plástica do Conselho Federal de Medicina (CFM) divulgou nesta quarta-feira (18) um alerta dirigido a médicos que realizam implantes de próteses mamárias. A recomendação é para que os profissionais convoquem, para avaliação e controle, as pacientes que receberam próteses mamárias fabricadas pela empresa francesa Poly Implant Prothese (PIP). Caso seja encontrada alguma anormalidade, eles devem comunicar o fato à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), pelo endereço tecnovigilancia@anvisa.gov.brEste endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo. .

Em abril a Anvisa suspendeu em todo o território nacional a comercialização, a distribuição, a importação e o uso de implantes mamários fabricados pela Poly Implant Prothese. A decisão da Anvisa foi motivada pelo fato de que ao longo dos três últimos anos a Agência Francesa de Segurança Sanitária de Produtos de Saúde (AFFSAPS) notou um aumento de relatos de ruptura de próteses mamárias fabricadas por aquela empresa. A ruptura do envelope de uma prótese mamária pode levar a complicações locais nas pacientes, muitas vezes sendo necessária uma cirurgia para a correção do problema.


Alerta

Em vista de solicitação feita pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) ao Conselho Federal de Medicina (CFM) – para que os médicos que usaram em pacientes implantes mamários fabricados pela Poly Implant Prothese recebam orientação específica –, a Câmara Técnica de Cirurgia Plástica do CFM, após reunir-se em 18 de junho de 2010, recomenda:

1. Os médicos que usaram em suas pacientes implantes da fabricante indicada acima devem convocá-las para avaliação e controle.

2. Caso encontrem anormalidades, os médicos devem comunicar o fato à Anvisa, pelo endereço tecnovigilancia@anvisa.gov.brEste endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.

Fonte: CFM



Bookmark and Share

< voltar   
Home     |     Clínica     |     Especialidades     |     Corpo clínico     |     Localização     |     Contato