Rua Sorocaba, 706 - Botafogo
CEP: 22271-110 - Rio de Janeiro - RJ
Tel.:2103-1500 - Fax:2579-3713
E-mail: sac@clinicoop.com.br
Notícias

[21/09/2018]
Para onde vai a gordura que queimamos quando perdemos peso?
Pesquisadores da Austrália fizeram essa pergunta a 150 profissionais da área da saúde, e ficaram decepcionados com o que ouviram
[19/09/2018]
Veja como usar o bicarbonato de sódio na limpeza de casa
Se você ainda não possui um saquinho de bicarbonato de sódio em casa, você deve comprar já.
[18/09/2018]
Varizes e AVC: tem relação?
Especialistas tiram dúvidas no Bem Estar.
[17/09/2018]
1 em 5 homens e 1 em 6 mulheres terão câncer em algum momento da vida
Dados são do último relatório estatístico sobre a situação do câncer no mundo, da Agência Internacional de Pesquisa sobre o Câncer.

+ mais   


Os exames que você precisa fazer com 40 anos


19/04/2016


Todo mundo sabe que tem que cuidar da saúde, mas como saber se você está fazendo do jeito certo?

A partir dessa idade, os cuidados preventivos com a sua saúde devem ser maiores, ok?


-Você deve continuar a fazer

-Aferição da pressão arterial

-Autoexame das mamas

-Sorologias para DSTs

• Exame físico

Papanicolau, exames de sangue, ecografia transvaginal: Continuam importantes, prescritos normalmente uma vez ao ano. O que muda é que os exames de sangue devem incluir o controle do colesterol e dos hormônios sexuais, feitos também uma vez por ano, para checar possíveis desequilíbrios provocados pela chegada da menopausa.
Ultrassom de tireoide e de abdômen: São necessários para procurar doenças, alterações ou lesões escondidas nas duas áreas. O que muda, na verdade, é a frequência. Se antes você já o realizava eventualmente, na casa dos 40 é recomendável repetir a cada dois ou três anos.


• Novidades

- Mamografia: Como dissemos lá atrás, é o principal exame para detectar precocemente o câncer de mama. Alguns médicos recomendam a primeira mamografia de rotina aos 35, mas o mais comum é a indicação surgir a partir dos 40. Com que frequência? Uma vez por ano. Lembrete importante: sempre guarde o exame anterior e leve à consulta para que o profissional possa fazer comparações, se necessário.

- Teste ergométrico: É preciso avaliar como anda o coração a partir dos 45. Também a partir dessa idade é uma boa consultar o cardiologista para checar se tudo está funcionando direitinho.

- Densitometria óssea: Esse é um exame que serve para a detecção precoce da osteoporose, uma doença que é mais comum após a menopausa. Apesar de o problema ser muito raro nessa faixa etária, a mulher já deve começar a investigar para ter parâmetros de normalidade e poder, quando tiver uns 50 anos de idade, saber como estão os ossos, afirma Luciana Potiguara.

Se estiver acima do peso, é bom, além de um cardiologista, consultar um endocrinologista, pois aos 40 o risco de desenvolver diabetes e doenças relacionadas a ela é maior.


Fonte: MdeMulher



Bookmark and Share

< voltar   
Home     |     Clínica     |     Especialidades     |     Corpo clínico     |     Localização     |     Contato