Rua Sorocaba, 706 - Botafogo
CEP: 22271-110 - Rio de Janeiro - RJ
Tel.:2103-1500 - Fax:2579-3713
E-mail: sac@clinicoop.com.br
Notícias

[13/11/2018]
Aplicativo de celular identifica com precisão ataques cardíacos
Pesquisadores acreditam que aplicativo poderia ajudar pessoas em países sem acesso a exames como o eletrocardiograma tradicional.
[12/11/2018]
Exame de cinco minutos pode prever o risco de demência, diz estudo
Doença estaria associada a maior pulsação arterial, que desencadearia declínio cognitivo
[07/11/2018]
Inteligência artificial consegue prever Alzheimer anos antes do diagnóstico

[05/11/2018]
O inovador implante na medula que fez homem com paralisia voltar a andar
Cientistas da Suíça desenvolveram método que estimula impulsos em medula espinhal de pacientes.

+ mais   


HIDRATE-SE


16/05/2016


Você já deve ter ouvido falar que é preciso ingerir muita água diariamente, ainda mais no verão. Isso porque, nas altas temperaturas, o corpo transpira mais e, com o suor, perde bastante água e sais minerais importantes para o organismo.

E quando usa ou perde mais líquido do que o ingerido, o corpo pode ter dificuldades para realizar suas funções normais. Se você não repuser os líquidos que são utilizados ou perdidos, ocorre a desidratação, podendo levar à febre, sudorese, diarreia, vômito e até a falência de órgãos.

Quanto e o que beber?

Além da água, você pode também se hidratar consumindo sucos de frutas, água de coco, chás e sucos à base de soja, como a linha Ades, que, além de hidratar e fortalecer o corpo, é de fácil digestão, contém suco de fruta natural e ainda é fonte de cálcio.

Mas você sabe exatamente o quanto deve beber do líquido? São 35 mililitros por quilo de peso. Por exemplo, uma pessoa com 70 kg deve ingerir 2.450 ml de água (35 x 70 = 2450).

Sintomas da desidratação:

• boca seca
• saliva espessa
• pele seca
• cansaço, tonturas

Socorro, meu filho não bebe água!

As crianças devem estar bem hidratadas, pois sofrem mais com as altas temperaturas e são mais suscetíveis á desidratação. Por isso, o consumo de água e líquidos entre os pequenos deve ser incentivado desde cedo, ainda mais no verão – e intensificado quando a criança estiver em atividades ao ar livre e se movimentando muito, como pulando o Carnaval ou praticando esportes. Para as crianças que se recusam a beber o líquido, é possível aromatizá-lo com rodelas de laranja, limão ou com canela e anis e deixar na geladeira para oferecer ao longo do dia.

Ajuda extra

Seja para crianças, seja para adultos, a recomendação é que se crie o hábito de reposição dos líquidos perdidos pelo corpo ao longo do dia, consumindo água e afins mesmo se você não estiver com sede. Para isso, tenha sempre em mãos uma garrafinha, o que pode ser uma ótima estratégia para aqueles que ainda não estão acostumados com a rotina de consumir água o tempo todo. E, se mesmo assim você se esquecer, existem aplicativos para smartphones que te avisam a hora de consumir líquidos, como o Beba Água, Aqualert, Waterbalance e o Hydro. Com todo esse arsenal, a desidratação vai passar bem longe. Tim-tim!


Fonte: Portal Vital



Bookmark and Share

< voltar   
Home     |     Clínica     |     Especialidades     |     Corpo clínico     |     Localização     |     Contato