Rua Sorocaba, 706 - Botafogo
CEP: 22271-110 - Rio de Janeiro - RJ
Tel.:2103-1500 - Fax:2579-3713
E-mail: sac@clinicoop.com.br
Notícias

[21/01/2019]
Evolução da sífilis: quando se deve buscar ajuda
Entenda como a sífilis evolui e saiba quando procurar ajuda
[18/01/2019]
Cientistas desenvolvem molécula que pode tratar insuficiência cardíaca
A Samba foi desenvolvida por pesquisadores da USP nos últimos dez anos, e o teste em ratos se mostrou promissor para ajudar pacientes que sofrem da doença.
[15/01/2019]
Dorme menos de 6 horas por noite?
Estudo indica que você tem mais chances de ter problemas de saúde
[10/01/2019]
É arriscado beijar bebês recém-nascidos?
Veja que cuidados tomar na hora da visita

+ mais   


Endometriose: mitos e verdades sobre a doença que assusta as mulheres


06/07/2016


Conversamos com o especialista em ginecologia e obstetrícia Isaac Yadid, de São Paulo, do Rio de Janeiro, para esclarecer as inverdades que rodeiam a doença.


• Toda cólica muito forte é sinal de endometriose

MITO. Apesar de ser um sintoma da doença, nem toda a cólica menstrual é sinal de que você sofre com endometriose. Para conseguir diferenciar os vários tipos da dor, a melhor coisa é entender como o seu corpo está reagindo a ela. Placas de sangue, fluxo muito intenso, cólica recorrente e dores muito fortes devem ser levados ao ginecologista para que ele possa investigar as causas do incômodo.


• A única forma de diagnosticar a endometriose é com a laparoscopia

VERDADE. Apesar de existirem outras formas de detectar a doença, este é o único procedimento que dá um diagnóstico 100% certeiro.


• Endometriose causa infertilidade

VERDADE. Se o diagnóstico for muito tardio, é bem comum que a paciente precise recorrer a tratamentos de fertilização artificial para conseguir engravidar. Isso acontece porque a endometriose age como um cupim, e acaba atingindo outros órgãos de acordo com o espalhamento da doença.


• Endometriose causa câncer de ovário

MITO. Não é incomum que a doença desencadeie o câncer, mas esta não é uma regra. Apesar disso, a endometriose pode aumentar as chances da doença. Portanto, a melhor coisa é cuidar para que ela não aconteça.


• Não existe cura para a endometriose

VERDADE. Apesar de ser possível erradicar a doença, o tratamento não é simples. Para acabar com a endometriose, a única forma é recorrer à cirurgia e fazer uma limpa no organismo, tirando todos os pontos de foco da doença. Portanto, o procedimento precisa ser multidisciplinar para que todas as áreas afetadas possam ficar livres da endometriose.


Fonte: MdeMulher



Bookmark and Share

< voltar   
Home     |     Clínica     |     Especialidades     |     Corpo clínico     |     Localização     |     Contato