Rua Sorocaba, 706 - Botafogo
CEP: 22271-110 - Rio de Janeiro - RJ
Tel.:2103-1500 - Fax:2579-3713
E-mail: sac@clinicoop.com.br
Notícias

[15/03/2019]
Comer cogumelos duas vezes por semana reduz risco de perda de memória
Comer cogumelos ao menos duas vezes por semana pode ajudar a prevenir problemas de memória e fala em pessoas com mais de 60 anos.
[22/02/2019]
Minicérebros criados em laboratório no Rio têm até olhos
No futuro, testes dirão se os organoides podem enxergar; estruturas devem servir para entender doenças e avaliar medicamentos
[15/02/2019]
Gonorreia: por que a doença está ficando resistente a medicamentos
Bactéria responsável pela infecção sexualmente transmissível está desenvolvendo resistência aos antibióticos existentes
[14/02/2019]
Surto de febre amarela avança para Sudeste e Sul, alerta OMS
Em comunicado emitido em Brasília, entidade amplia área de vacinação para estrangeiros e aponta para terceira onda de contaminação

+ mais   


Menos açúcar para as crianças


26/08/2016


Para a Associação Americana do Coração, o consumo entre os pequenos deve ser de até 6 colheres de chá por dia

Segundo a Associação Americana do Coração (AHA, na sigla em inglês), o consumo diário de açúcar entre crianças e adolescentes de 2 a 18 anos deve ser de, no máximo, 25 gramas por dia – isso dá cerca de 6 colheres de sopa. O número foi cravado após uma análise de estudos anteriores sobre o efeito da substância na saúde dos pequenos. Para os menores de 2 anos, vale lembrar, a entidade recomenda zero açúcar, até porque isso pode reduzir a preferência por comidas nada saudáveis mais tarde.

Mas atenção: a indicação não tem a ver com o açúcar presente nos alimentos naturais, como frutas e leite. O que os experts querem evitar é o exagero em relação ao açúcar adicionado, aquele que faz parte da fórmula de refrigerantes, bolachas, sucos industrializados e outros itens superatraentes para a criançada.

A AHA explicou que esse açúcar é um baita perigo porque pode levar ao desenvolvimento de doenças cardiovasculares, já que aumenta o risco de obesidade, hipertensão e diabete do tipo 2. Além disso, os autores do documento lembraram que a turminha que se empanturra de alimentos cheio de açúcar adicionado tende a comer menos itens saudáveis, como frutas, legumes, verduras e grãos.

Segundo a entidade, bebidas como refrigerante estão entre os maiores fornecedores do ingrediente doce. Para ter ideia, eles informam que uma única latinha (350 ml) de refri de cola tem cerca de 9 colheres de chá de açúcar. É muita coisa – inclusive, já bate a meta estipulada pela AHA. E os cientistas ainda não sabem se os adoçantes seriam bons substitutos. Logo, ainda não há orientações nesse sentido.


Fonte: MdeMulher



Bookmark and Share

< voltar   
Home     |     Clínica     |     Especialidades     |     Corpo clínico     |     Localização     |     Contato