Rua Sorocaba, 706 - Botafogo
CEP: 22271-110 - Rio de Janeiro - RJ
Tel.:2103-1500 - Fax:2579-3713
E-mail: sac@clinicoop.com.br
Notícias

[15/03/2019]
Comer cogumelos duas vezes por semana reduz risco de perda de memória
Comer cogumelos ao menos duas vezes por semana pode ajudar a prevenir problemas de memória e fala em pessoas com mais de 60 anos.
[22/02/2019]
Minicérebros criados em laboratório no Rio têm até olhos
No futuro, testes dirão se os organoides podem enxergar; estruturas devem servir para entender doenças e avaliar medicamentos
[15/02/2019]
Gonorreia: por que a doença está ficando resistente a medicamentos
Bactéria responsável pela infecção sexualmente transmissível está desenvolvendo resistência aos antibióticos existentes
[14/02/2019]
Surto de febre amarela avança para Sudeste e Sul, alerta OMS
Em comunicado emitido em Brasília, entidade amplia área de vacinação para estrangeiros e aponta para terceira onda de contaminação

+ mais   


Conheça os efeitos da depressão no corpo


05/09/2016


A melancolia pode causar estragos que vão muito além da saúde mental. De câncer ao diabete, listamos algumas condições que abalam a vida dos pacientes

O termo "cachorro negro" é utilizado em países de língua inglesa como um sinônimo para depressão, uma condição que já atinge praticamente 10% da população mundial e tem uma projeção de triste crescimento. Listamos abaixo algumas repercussões da depressão espalhadas pelo corpo — note que elas vão muito além da cabeça.

• Doença cardíaca

A elevação de hormônios relacionados ao estresse, como o cortisol, lesa o coração e os vasos sanguíneos. Isso aumenta o risco de infarto e AVC.

• Câncer

A maior quantidade de substâncias inflamatórias no corpo abre brechas para uma célula defeituosa crescer e, assim, virar um tumor.

• Doença autoimune

A melancolia pode bagunçar o sistema imunológico. As células de defesa entram em parafuso e podem atacar tecidos saudáveis. É o começo de lúpus, psoríase...

• Parkinson

A depressão moderada costuma ser um sintoma inicial do distúrbio neurológico, marcado por tremores e enrijecimento muscular.

• Diabete

O excesso de cortisol atrapalha a ação da insulina, hormônio responsável pelo aproveitamento do açúcar no organismo.

• Dependência

O uso excessivo de álcool e outras drogas funciona como um refúgio para muitas pessoas com depressão.


Fonte: MdeMulher



Bookmark and Share

< voltar   
Home     |     Clínica     |     Especialidades     |     Corpo clínico     |     Localização     |     Contato