Rua Sorocaba, 706 - Botafogo
CEP: 22271-110 - Rio de Janeiro - RJ
Tel.:2103-1500 - Fax:2579-3713
E-mail: sac@clinicoop.com.br
Notícias

[18/09/2018]
Varizes e AVC: tem relação?
Especialistas tiram dúvidas no Bem Estar.
[17/09/2018]
1 em 5 homens e 1 em 6 mulheres terão câncer em algum momento da vida
Dados são do último relatório estatístico sobre a situação do câncer no mundo, da Agência Internacional de Pesquisa sobre o Câncer.
[13/09/2018]
Manchas e rugas podem indicar como andam órgãos importantes
Algumas manchas podem indicar resistência à insulina. As rugas em fumantes podem indicar obstruções no pulmão.
[12/09/2018]
Vacina do futuro será autoaplicável e enviada pelo correio, apontam cientistas
Grupo de 14 pesquisadores dos EUA, Canadá e Israel publicaram nesta quarta-feira estudo em que mostram uma nova técnica para fabricação de vacinas

+ mais   


OMS estima mil novos casos de microcefalia no Brasil


25/11/2016


Ministério da Saúde aponta que mais de três mil casos de microcefalia associados ao vírus estão em investigação

A Organização Mundial da Saúde (OMS) estima que o Brasil possa ter pelo menos 1 mil novos casos de microcefalia associados à infecção pelo vírus Zika durante a gestação. O comunicado foi feito diretor de Saúde Infantil da entidade, Anthony Costello, e pelo diretor-executivo do Programa de Emergências de Saúde, Pete Salama, durante coletiva de imprensa em Genebra, na Suíça.

"Sabemos que, no Brasil, onde o problema foi primeiramente detectado, existem hoje 2,1 mil casos confirmados, mas ainda há muitos outros sendo investigados. Esperamos que mais mil casos sejam descobertos. Sabemos que o problema não irá embora no Brasil. Todos os meses, entre 150 e 200 casos de microcefalia são identificados", comentou Anthony Costello.

O Ministério da Saúde acredita que o país tenha 3.086 casos em investigação para microcefalia associada ao Zika. Apesar da grande quantidade de casos, os especialistas devem investigar, analisar e acompanhar um a um.

O diretor de Saúde Infantil da OMS alertou sobre a falta de sistema de vigiência inexistente em muitos países: "Estamos falando de um vírus que causa danos neurológicos e potencialmente deficiência ao longo de toda a vida, o que representa um grande golpe para essas famílias."

Na última sexta-feira (18), a OMS declarou o fim da emergência sanitária internacional declarada há um ano após o aumento de casos de microcefalia associados à infecção de gestantes pelo vírus Zika.

"Não estamos diminuindo a importância do Zika ao colocar isso como um programa de trabalho mais longo, estamos enviando a mensagem de que o Zika está aqui para ficar", disse o Dr. Peter Salama.



fonte: Minha Vida



Bookmark and Share

< voltar   
Home     |     Clínica     |     Especialidades     |     Corpo clínico     |     Localização     |     Contato