Rua Sorocaba, 706 - Botafogo
CEP: 22271-110 - Rio de Janeiro - RJ
Tel.:2103-1500 - Fax:2579-3713
E-mail: sac@clinicoop.com.br
Notícias

[20/07/2018]
Sete casos de sarampo são confirmados no Estado
Todos os episódios têm ligação com a Faculdade de Direito da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), onde foi registrado o primeiro caso da doença
[16/07/2018]
Doença sexualmente transmissível pouco conhecida se alastra e alarma médicos
Infecção bacteriana mycoplasma genitalium causa dores, secreções e, no caso das mulheres, pode levar à infertilidade
[06/06/2018]
Tratamento experimental curou câncer de mama em estágio avançado
O câncer, que já tinha se espalhado pelo corpo, foi derrotado pelas células da própria paciente – que foram colhidas, selecionadas, multiplicadas e reinjetadas
[04/06/2018]
Um em cada 4 adultos é sedentário, diz Organização Mundial da Saúde
OMS lança compromisso para diminuir falta de atividade física no mundo em 15% até 2030. Inatividade onera assistência em US$ 54 bilhões anuais, diz entidade.

+ mais   


Dor de garganta: verão exige cuidados para evitar problemas


09/12/2016


Infecções virais que afetam as cordas vocais também podem acontecer na estação mais quente do ano

É natural pensarmos que o inverno é a estação que mais traz problemas para a saúde, afinal é onde ficamos em maior contato com o vento e chuva. Mas, infelizmente, a dor de garganta pode aparecer em qualquer época do ano, sem excluir nem mesmo o verão.


Veja abaixo quais são as principais infecções virais que lesionam a garganta e como se prevenir durante a estação mais quente do ano:

• Gripe ou resfriado, os tipos mais comuns de infecção viral
• Laringite (a maioria dos casos de inflamação nas cordas vocais é viral.Os sintomas são voz rouca e tosse, que por sua vez trazem muito incômodo)
• Faringite (normalmente é viral, e a pessoa sente dor para engolir e falar, além de sentir a inflamação que parece ficar até ao final da boca)
• Amigdalite (casos de inflamação viral nas amígdalas são identificados por uma ferida vermelha no local)
• Faringoamigdalite (infecção na faringe e na amígdala)
• Inflamação da epiglote (epiglotite)
• Inflamação da úvula (uvulite)


Outros fatores também podem irritar a garganta: cigarro, álcool, poluição do ar, respirar pela boca ou engolir algum alimento pontiagudo.

• Faringite (essa inflamação também pode ser bacteriana, e nesse caso é comum encontrar também as aftas e pus, além dos sintomas já citados)
• Amigdalite (as infecções virais nas amígdalas são identificadas com a presença de pus. Pode vir acompanhada de adenoidite)
• Inflamação da epiglote (epiglotite)
• Inflamação da úvula (uvulite)
• Faringoamigdalite.


Outros fatores também podem irritar a garganta: cigarro, álcool, poluição do ar, respirar pela boca ou engolir algum alimento pontiagudo.

Caso perceba que a dor de garganta esteja se arrastando por mais de uma semana procure ajude médica.

Como se prevenir durante o verão

É verdade que não dá para controlar quando a dor de garganta irá aparecer, mas algumas atitudes do dia a dia previnem o surgimento da dor:

• Beba bastante água para manter a hidratação do corpo
• Esteja sempre bem alimentado e dê atenção especial a frutas e legumes
• Tome banho na temperatura ambiente
• Ao sair do mar ou da piscina evite ficar por muito tempo com as peças molhadas no corpo
• Evite ficar com o ar-condicionado ligado por muito tempo
• Não deixe de colocar uma calça e um casaquinho leve na mala, à noite, sempre costuma bater aquele ventinho, que pode ser prejudicial para a garganta
• Leve pastilhas para dor de garganta na bolsa que ajudam a aliviar os sintomas da dor e inflamação
• Tome cuidado com os horários de exposição ao sol, pois o calor e o clima seco desidratam as mucosas do nariz e a garganta


Fonte: Minha Vida



Bookmark and Share

< voltar   
Home     |     Clínica     |     Especialidades     |     Corpo clínico     |     Localização     |     Contato