Rua Sorocaba, 706 - Botafogo
CEP: 22271-110 - Rio de Janeiro - RJ
Tel.:2103-1500 - Fax:2579-3713
E-mail: sac@clinicoop.com.br
Notícias

[06/06/2018]
Tratamento experimental curou câncer de mama em estágio avançado
O câncer, que já tinha se espalhado pelo corpo, foi derrotado pelas células da própria paciente – que foram colhidas, selecionadas, multiplicadas e reinjetadas
[04/06/2018]
Um em cada 4 adultos é sedentário, diz Organização Mundial da Saúde
OMS lança compromisso para diminuir falta de atividade física no mundo em 15% até 2030. Inatividade onera assistência em US$ 54 bilhões anuais, diz entidade.
[01/06/2018]
Cientistas produzem córnea humana usando impressora 3D
Trata-se apenas da demonstração da tecnologia, sem qualquer teste clínico ou em animais, mas com potencial para a produção indefinida de córneas
[25/05/2018]
Saiba qual a real gravidade do ebola e a chance do vírus chegar ao Brasil
Doença é altamente contagiosa sendo transmitida, inclusive, após a morte da pessoa infectada; República Democrática do Congo passa por epidemia

+ mais   


5 dicas para você levar em conta na hora de escolher o óculos de sol


28/12/2016


O Presidente da Sociedade Brasileira de Ceratocone, Dr. Renato Neves, alerta que nos dias de sol forte, mesmo com uma exposição rápida, os danos nos olhos podem ser agudos

O efeito dos raios solares sobre os olhos pode ser cumulativo e causar, no futuro, doenças oculares graves, como espessamento ou câncer na conjuntiva, fibrose que pode invadir a córnea, ceratite (inflamação na córnea), catarata, degeneração do vítreo, queimadura da retina, degeneração macular, entre outras.

"Não sentimos os raios infravermelhos, mas eles causam doenças para o nosso organismo, mesmo que a exposição seja rápida. A intensidade dos raios pode ser alta independentemente do calor que a pessoa sente, esclarece o Dr. Renato Neves, cirurgião-oftalmologista, Presidente da Sociedade Brasileira de Ceratocone e com pós-doutorado em Imunologia, Córnea e Catarata na Harvard Medical School.

O especialista afirma que a prevenção deve começar ainda na infância para evitar doenças que só costumam aparecer após os quarenta anos. Por isso, atitudes simples como usar óculos em dias nublados ou respeitar os horários de exposição ao sol podem ser essenciais para a saúde dos seus olhos.

Em dias nublados os raios de sol passam através de nuvens finas, por isso é importante usar óculos de sol. Os ultravioletas estão refletidos na areia, no chão da rua e até nos grandes paredões das nossas maiores cidades, afirma.

O Presidente da Sociedade Brasileira de Ceratocone esclarece que tão importante quanto saber usar o óculos de sol, é saber escolher aquele que vai ajudar a proteger os seus olhos. Veja as 5 dicas destacadas pelo Dr. Renato Neves:

1- Os óculos devem envolver a face de um lado ao outro, de têmpora a têmpora, para que os raios não penetrem pela lateral;

2- Os óculos devem ter lentes com filtros que bloqueiem 100% dos raios UVA E UVB;

3- Os óculos devem ter - Ter tratamento antirrisco, antirreflexo e polarização. Isso evita o desconforto visual, dor de cabeça e astigmatismo – deformidade da córnea que torna a visão desfocada para perto e para longe;

4- Procure o selo de qualidade e o selo de proteção UV;

5- Evite as lentes pretas, dando preferência a uma cor que favoreça a atividade que você vai exercer e que melhor se adapta a você.

O Dr. Renato Neves montou a lista de cores de lentes que podem se adequar às suas necessidades.

Cinza – São usadas para várias atividades, fazendo com que o usuário sinta-se à vontade e confortável.

Âmbar/castanho – São indicadas para dirigir, já que oferecem uma boa noção de contraste e profundidade.

Verde – As lentes verdes filtram pouca luz azul, mas oferecem melhor visão de contraste. É a cor mais adequada para a população acima dos 60 anos, quando tem início uma perda gradual da visão de contraste.

Púrpura – São a melhor opção para quem pratica esqui ou caça, porque aumentam a visão de contraste em ambientes com fundo azul ou verde.

Amarela – As lentes amarelas bloqueiam a luz azul e reduzem o ofuscamento de motoristas no lusco-fusco do entardecer. Entretanto, são inadequadas durante o dia, já que reduzem a visão de contraste em ambientes com muita luminosidade.

Sobre o Dr. Renato Neves e a Sociedade Brasileira de Ceratocone (www.ceratocone.net.br)

A Sociedade Brasileira de Ceratocone foi criada para estudar, educar e divulgar os tratamentos possíveis da doença aos profissionais da Oftalmologia Brasileira e a população em geral. O Presidente da Sociedade, Dr. Renato Neves, é membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia a LASER e membro da American Academy of Ophthalmology. É pós-doutorado em Imunologia, Córnea e Catarata na Harvard Medical School - Massachusetts Eye and Ear Infirmary e no MIT – Massachusetts Institute of Technology. A Sociedade Brasileira de Ceratocone é filiada a World Keratoconus Society, a maior organização mundial de Ceratocone.

Fonte: http://www.segs.com.br/saude/47472-5-dicas-para-voce-levar-em-conta-na-hora-de-escolher-o-oculos-de-sol.html



Bookmark and Share

< voltar   
Home     |     Clínica     |     Especialidades     |     Corpo clínico     |     Localização     |     Contato