Rua Sorocaba, 706 - Botafogo
CEP: 22271-110 - Rio de Janeiro - RJ
Tel.:2103-1500 - Fax:2579-3713
E-mail: sac@clinicoop.com.br
Notícias

[15/03/2019]
Comer cogumelos duas vezes por semana reduz risco de perda de memória
Comer cogumelos ao menos duas vezes por semana pode ajudar a prevenir problemas de memória e fala em pessoas com mais de 60 anos.
[22/02/2019]
Minicérebros criados em laboratório no Rio têm até olhos
No futuro, testes dirão se os organoides podem enxergar; estruturas devem servir para entender doenças e avaliar medicamentos
[15/02/2019]
Gonorreia: por que a doença está ficando resistente a medicamentos
Bactéria responsável pela infecção sexualmente transmissível está desenvolvendo resistência aos antibióticos existentes
[14/02/2019]
Surto de febre amarela avança para Sudeste e Sul, alerta OMS
Em comunicado emitido em Brasília, entidade amplia área de vacinação para estrangeiros e aponta para terceira onda de contaminação

+ mais   


Cigarros eletrônicos que contêm nicotina podem aumentar risco de enfarte e AVC


11/09/2017


Cigarros eletrônicos que contêm nicotina podem aumentar os riscos de enfarte e derrames, indicam pesquisadores. Um estudo descobriu que o uso desses dispositivos contendo o estimulante pode causar um endurecimento das artérias, assim como aumentar os batimentos cardíacos e a pressão arterial.

Cientistas suecos recrutaram 15 voluntários saudáveis para participarem do experimento. Nenhum deles havia usado um cigarro eletrônico antes.

Os testes descobriram que em 30 minutos após o fumo no dispositivo com nicotina, havia um aumento significativo na pressão arterial, na frequência cardíaca e na rigidez das artérias.

Não houveram os mesmos efeitos nos voluntários que usaram os cigarros eletrônicos sem nicotina.

Magnus Lundback, do Instituto Karolinska, universidade médica em Estocolmo, afirmou:: O número de usuários de cigarros eletrônicos aumentou dramaticamente nos últimos anos. Os cigarros eletrônicos são considerados pelo público em geral como quase inofensivos.

As indústrias marcam seus produtos de uma forma a reduzir danos e a ajudar pessoas a pararem de fumar cigarros de tabaco. Por outro lado, a segurança de um cigarro eletrônico é debatida, e uma amostra em crescimento de evidências vem sugerindo diversos efeitos à saúde.

Ele ressalta que os resultados são preliminares, mas que, nesse estudo, descobriram que há um aumento significativo na alteração da frequência cardíaca e da pressão arterial nos voluntários expostos ao dispositivo com nicotina.

Enquanto os resultados apontados pelo estudo foram temporários, Lundback disse que a exposição crônica aos cigarros eletrônicos com nicotina podem ter efeitos permanentes.

FONTE: Época



Bookmark and Share

< voltar   
Home     |     Clínica     |     Especialidades     |     Corpo clínico     |     Localização     |     Contato