Rua Sorocaba, 706 - Botafogo
CEP: 22271-110 - Rio de Janeiro - RJ
Tel.:2103-1500 - Fax:2579-3713
E-mail: sac@clinicoop.com.br
Notícias

[18/01/2019]
Cientistas desenvolvem molécula que pode tratar insuficiência cardíaca
A Samba foi desenvolvida por pesquisadores da USP nos últimos dez anos, e o teste em ratos se mostrou promissor para ajudar pacientes que sofrem da doença.
[15/01/2019]
Dorme menos de 6 horas por noite?
Estudo indica que você tem mais chances de ter problemas de saúde
[10/01/2019]
É arriscado beijar bebês recém-nascidos?
Veja que cuidados tomar na hora da visita
[09/01/2019]
Exercícios impedem avanço do Alzheimer


+ mais   


Óleo de coco é veneno puro, dispara professora de Harvard


22/08/2018


A médica Karin Michels, professora da Escola de Saúde Pública TH Chan de Harvard, fez uma afirmação que tem dado o que falar. De acordo com ela, óleo de coco é veneno para a saúde e um dos piores alimentos que qualquer pessoa pode comer. A explicação, segundo ela, são os efeitos prejudiciais dos ácidos graxos saturados do óleo de coco, que podem aumentar a quantidade de colesterol ruim no sangue e elevar o risco de doenças cardíacas.

O discurso, feito durante uma palestra intitulada Óleo de coco e outros erros nutricionais na Universidade de Friburgo, viralizou no YouTube, alcançando até o momento mais de 900 mil visualizações. No vídeo, Karin Michels diz que consumir óleo de coco é pior que consumir banha.

A informação contraria a crença popular antiga de que óleo de coco é um superalimento aliado da saúde e pode ser um choque para quem costuma usá-lo para cozinhar.

Michels não é a primeira especialista a dizer que este tipo de óleo é veneno e se opor a ele como alimento milagroso. Em junho do ano passado, a American Heart Association emitiu um alerta para não ser consumido em excesso. Um estudo havia descoberto na ocasião que todas as gorduras saturadas – independentemente da fonte – são prejudiciais à saúde do coração.

Além do óleo de coco, outros alimentos ricos em gordura saturada incluem manteiga, queijo duro, ghee e salsichas. Por outro lado, os alimentos que são ricos em gordura insaturada incluem peixes oleosos, nozes, sementes, óleos vegetais e abacates.

Fonte:Catraca Livre



Bookmark and Share

< voltar   
Home     |     Clínica     |     Especialidades     |     Corpo clínico     |     Localização     |     Contato