Rua Sorocaba, 706 - Botafogo
CEP: 22271-110 - Rio de Janeiro - RJ
Tel.:2103-1500 - Fax:2579-3713
E-mail: sac@clinicoop.com.br
Notícias

[21/01/2019]
Evolução da sífilis: quando se deve buscar ajuda
Entenda como a sífilis evolui e saiba quando procurar ajuda
[18/01/2019]
Cientistas desenvolvem molécula que pode tratar insuficiência cardíaca
A Samba foi desenvolvida por pesquisadores da USP nos últimos dez anos, e o teste em ratos se mostrou promissor para ajudar pacientes que sofrem da doença.
[15/01/2019]
Dorme menos de 6 horas por noite?
Estudo indica que você tem mais chances de ter problemas de saúde
[10/01/2019]
É arriscado beijar bebês recém-nascidos?
Veja que cuidados tomar na hora da visita

+ mais   


Saúde nas festas de fim de ano


13/12/2012


A receita para manter a saúde nessa época é desfrutar bem da ceia, mas não comer como se estivesse na ceia de Natal ou Ano Novo por duas semanas seguidas. Uma só refeição mais calórica não vai fazer nenhum estrago em longo prazo. O que não pode acontecer, é ficar comendo muito, principalmente as sobras das ceias, por vários dias seguidos, evite a tentação daqueles pratos maravilhosos por dias e dias, recomenda-se que se planeje para que não sobre tanta comida. Outra dica é aproveitar o tempo livre para caprichar um pouco mais nos exercícios.

O principal segredo é aproveitar a reunião familiar para fazer uma refeição bem lenta, mastigando bastante. Comer rápido engorda mais, pois a pessoa não fica saciada, isso faz com que ela devore a ceia inteira, e é exatamente isso que ela não deve fazer.

Quando comemos mais lentamente reduzimos a quantidade de alimento ingerido, pois ficamos mais saciados. Existe um freio hormonal da fome que precisa de pelo menos 20 minutos para começar a atuar. Os pratos típicos, como peru e chester, são carnes magras, pouco calóricas. Portanto, o que engorda mesmo, é o exagero na quantidade. E também o abuso das sobremesas.

Para amenizar os efeitos dos exageros gastronômicos do Natal, nada melhor que uma dieta "desintoxicante”. Os dias de comilança e excesso de bebida além de engordar, podem causar dor de cabeça e de estômago, desconforto abdominal, gases e cansaço.

Uma boa dica para desinchar, se livrar do mal-estar e já se preparar para a festa de ano-novo é abusar das frutas, hortaliças, da água e dos “suchás”, uma mistura de sucos e chás que pode ajudar no funcionamento dos rins e do fígado e, assim, aumentar a eliminação de toxinas.

Os “suchás” têm efeito diurético, ou seja, ajudam na desintoxicação do organismo e diminuem a retenção de líquidos. Os rins são os encarregados dessa limpeza, filtrando substâncias que não servem mais e eliminando-as pela urina. Alguns chás também auxiliam na digestão e no trânsito intestinal.

Alimentos desintoxicantes

- Açafrão: Tem um composto chamado curcumina, capaz de ativar o efeito nas enzimas antioxidantes.

- Alecrim: Contém flavonoides e ácidos fenólicos, que concentram grande atividade antioxidante e ajudam na proteção do fígado.

- Alho: Antibiótico natural, protege de infecções por fungos, vírus e bactérias. Os componentes alicina e ajoeno têm ação anti-inflamatória, auxiliando em problemas digestivos e do colo.

- Couve: Além de possuir alta capacidade antioxidante, é ótima fonte de cálcio. Sua composição nutricional favorece a fixação do cálcio nos ossos e potencializa o efeito diurético da dieta.

- Flavonoides: Protegem o fígado contra radicais livres e são encontrados especialmente em maçã, frutas cítricas, cebola, mirtilo, trigo-sarraceno e folhas verdes escuras (como couve).

- Frutas vermelhas: São ricas em antioxidantes, como ácido elágico e antocianinas. Também são excelentes fontes de nutrientes, como cálcio, fósforo, potássio e vitaminas A e C.

- Gergelim: Rico em cálcio, tem ação antioxidante e anti-inflamatória.

- Semente de linhaça: Contém lítio, que atua no controle da ansiedade. Também é uma importante fonte de ômega 3, que tem ação anti-inflamatória.

- Vegetais crucíferos: couve-flor, couve-manteiga, couve-de-bruxelas, brócolis, repolho, mostarda, nabo, agrião, rabanete e rúcula.

Agora é só curtir!!
Feliz Natal e um ótimo Ano Novo!


Fonte: Drª Luciana Spina





Bookmark and Share

< voltar   
Home     |     Clínica     |     Especialidades     |     Corpo clínico     |     Localização     |     Contato