Rua Sorocaba, 706 - Botafogo
CEP: 22271-110 - Rio de Janeiro - RJ
Tel.:2103-1500 - Fax:2579-3713
E-mail: sac@clinicoop.com.br
Notícias

[15/03/2019]
Comer cogumelos duas vezes por semana reduz risco de perda de memória
Comer cogumelos ao menos duas vezes por semana pode ajudar a prevenir problemas de memória e fala em pessoas com mais de 60 anos.
[22/02/2019]
Minicérebros criados em laboratório no Rio têm até olhos
No futuro, testes dirão se os organoides podem enxergar; estruturas devem servir para entender doenças e avaliar medicamentos
[15/02/2019]
Gonorreia: por que a doença está ficando resistente a medicamentos
Bactéria responsável pela infecção sexualmente transmissível está desenvolvendo resistência aos antibióticos existentes
[14/02/2019]
Surto de febre amarela avança para Sudeste e Sul, alerta OMS
Em comunicado emitido em Brasília, entidade amplia área de vacinação para estrangeiros e aponta para terceira onda de contaminação

+ mais   


Lidar com as emoções é o maior obstáculo para quem quer emagrecer, dizem psicólo


11/01/2013


Quem deseja perder peso costuma mudar a alimentação e aumentar a quantidade de exercícios físicos para alcançar sua meta. No entanto, segundo uma nova pesquisa realizada com psicólogos, o maior obstáculo para quem quer emagrecer é lidar com as emoções e comportamentos durante o processo.

A enquete, realizada pela Consumer Reports National Research Center em parceria com especialistas da Associação Americana de Psicologia, perguntou a mais de 1.300 psicólogos sobre os maiores desafios da perda de peso para seus pacientes. Na opinião de 44% dos profissionais, "entender e gerenciar os comportamentos e emoções relacionadas com a gestão de peso" é a maior dificuldade para os que querem enxugar os quilos a mais.

Quarenta e três por cento dos entrevistados também citaram o ato de comer compulsivamente como uma barreira para perder peso. Manter um programa de exercícios regulares foi uma das dificuldades mencionadas por 43% dos psicólogos; já fazer as escolhas alimentares adequadas foi citado por 28% dos entrevistados pela pesquisa.

Estratégias

Mais de 70% dos profissionais apontaram a terapia cognitiva como "excelente" ou "boa" na estratégia para perder peso. Estratégias motivacionais, registros de comportamento e definição de metas também foram importantes em ajudar clientes a perder peso e mantê-lo, de acordo com os resultados do levantamento. A terapia cognitiva ajuda as pessoas a identificar e tratar pensamentos e emoções negativas que podem levar a comportamentos pouco saudáveis, como comer de forma compulsiva.

"Qualquer um que já tenha tentado perder alguns quilos e mantê-los sabe que isso não é fácil. A boa notícia é que a pesquisa e a prática clínica mostram que, além de abordagens comportamentais, a terapia cognitivo-comportamental ajuda as pessoas a perder peso", acredita Norman B. Anderson, diretor executivo da Associação Americana de Psicologia.

"Embora os problemas de peso sejam causados por uma combinação de fatores biológicos, emocionais, problemas comportamentais e ambientais, estes novos resultados mostram o papel fundamental do estresse e da regulação emocional na perda de peso", disse Anderson.

Fonte: BoaForma Uol



Bookmark and Share

< voltar   
Home     |     Clínica     |     Especialidades     |     Corpo clínico     |     Localização     |     Contato