Rua Sorocaba, 706 - Botafogo
CEP: 22271-110 - Rio de Janeiro - RJ
Tel.:2103-1500 - Fax:2579-3713
E-mail: sac@clinicoop.com.br
Notícias

[13/11/2018]
Aplicativo de celular identifica com precisão ataques cardíacos
Pesquisadores acreditam que aplicativo poderia ajudar pessoas em países sem acesso a exames como o eletrocardiograma tradicional.
[12/11/2018]
Exame de cinco minutos pode prever o risco de demência, diz estudo
Doença estaria associada a maior pulsação arterial, que desencadearia declínio cognitivo
[07/11/2018]
Inteligência artificial consegue prever Alzheimer anos antes do diagnóstico

[05/11/2018]
O inovador implante na medula que fez homem com paralisia voltar a andar
Cientistas da Suíça desenvolveram método que estimula impulsos em medula espinhal de pacientes.

+ mais   


Saúde Mulher: Fique de olho nos seus exames e cuide de você.


01/02/2013


Anote em um papel e pendure na geladeira. Prestar atenção nas consultas que devemos realizar é uma das melhores maneiras de cuidar da saúde

Não faz diferença se você vai usar o calendário do celular, a folhinha da cozinha ou a boa e velha agenda de papel. O importante é se programar ao longo do ano para realizar os exames que toda mulher deve fazer de tempos em tempos para prevenir males como câncer de mama e de colo do útero e problemas cardíacos.

Adolescência

Por volta dos 13 anos, quando costuma ocorrer a primeira menstruação, a garota deve se consultar pela primeira vez com um ginecologista. “Essa consulta não tem nada de invasiva, é para checar como está o desenvolvimento”, esclarece Alessandra Rubino, ginecologista do Hospital Albert Einstein. Cerca de seis meses após a primeira relação sexual, a garota deve fazer o seu primeiro exame de papanicolau. Ele detecta lesões que podem evoluir para o câncer de colo do útero. Alguns médicos pedem o primeiro ultrassom pélvico, que identifica mioma, cistos, pólipos e alterações ovarianas.

Fase adulta

Dos 20 aos 30
A mulher deve continuar fazendo o papanicolau anualmente e o autoexame das mamas todos os meses, sempre após a menstruação. Também é bom marcar uma avaliação anual de pintas com um dermatologista. Dessa forma, é possível detectar lesões de melanoma, o tipo mais letal de câncer de pele. A cada cinco anos, o ultrassom pélvico deve ser repetido e, de três em três anos, é aconselhável checar a capacidade cardíaca com um exame ergométrico.

Dos 30 aos 40
Muitos médicos recomendam que se comece a fazer o controle dos níveis de colesterol e de glicemia aos 30 anos (quem está acima do peso ou tem histórico de problemas cardíacos na família deve fazê-lo antes). Aos 35, é hora de agendar a primeira mamografia, que servirá como referência para os exames futuros. O papanicolau continua sendo anual e o ultrassom pélvico, a cada cinco anos. Mantenha o hábito de agendar um teste ergométrico a cada três anos.

Dos 40 aos 50
Com a proximidade da menopausa, o corpo da mulher passa por uma série de mudanças que exige um acompanhamento mais frequente de certos aspectos da saúde. A mamografia passa a ser anual, bem como o ultrassom pélvico. Assim que a mulher deixa de menstruar, a densitometria óssea entra para a lista dos exames que devem ser realizados todos os anos. O controle anual de colesterol e glicemia continua e pode ser complementado por um ecocardiograma a cada dois anos.

FIQUE ATENTA!

Ao notar cólicas prolongadas, nódulos nas mamas, dores recorrentes ou sangramentos fora de hora, procure seu médico.

Sempre que passar em consulta, peça para o médico checar a sua pressão arterial. Caso tenha alteração, veja com que frequência terá que fazer o controle.

Fonte: MdeMulher Abril



Bookmark and Share

< voltar   
Home     |     Clínica     |     Especialidades     |     Corpo clínico     |     Localização     |     Contato