Rua Sorocaba, 706 - Botafogo
CEP: 22271-110 - Rio de Janeiro - RJ
Tel.:2103-1500 - Fax:2579-3713
E-mail: sac@clinicoop.com.br
Notícias

[13/11/2018]
Aplicativo de celular identifica com precisão ataques cardíacos
Pesquisadores acreditam que aplicativo poderia ajudar pessoas em países sem acesso a exames como o eletrocardiograma tradicional.
[12/11/2018]
Exame de cinco minutos pode prever o risco de demência, diz estudo
Doença estaria associada a maior pulsação arterial, que desencadearia declínio cognitivo
[07/11/2018]
Inteligência artificial consegue prever Alzheimer anos antes do diagnóstico

[05/11/2018]
O inovador implante na medula que fez homem com paralisia voltar a andar
Cientistas da Suíça desenvolveram método que estimula impulsos em medula espinhal de pacientes.

+ mais   


Cuidados na preparação dos alimentos evitam azia


30/04/2013



Substituir ingredientes e priorizar receitas caseiras podem evitar a queimação

Quem sofre de refluxo gastroesofágico aprende com o desconforto da azia o que evitar comer. Alimentos picantes são o ponto fraco de alguns. Sucos cítricos se tornam os grandes vilões de outros. Assim, o sintoma pode ser desencadeado por diferentes fatores e varia de pessoa para pessoa. Mas não é apenas o cardápio que tem influência sobre o problema. Segundo a nutricionista Cátia Medeiros, da clínica Atual Nutrição, em São Paulo, a maneira como esses alimentos são preparados também pode ajudar a evitar crises da doença. "Optar por fazer uma batata assada ao invés de frita, por exemplo, é recomendado para evitar a queimação", afirma. Veja a seguir outras dicas para prevenir a azia:

- Evite frituras

"Fritar é sempre a pior maneira de preparar um alimento", afirma a nutricionista Daniela Jobst, da clínica NutriJobst, em São Paulo. Segundo ela, frituras são extremamente gordurosas, o que dificulta o processo de digestão e estimula maior produção de ácido gástrico. "Isso faz com que as mucosas do esôfago e do estômago fiquem mais sensíveis, favorecendo a azia", explica. Além disso, o óleo aquecido sofre alterações químicas, transformando uma gordura boa em gordura ruim, mudança essa relacionada ao aumento dos níveis do mau colesterol (LDL). Alimentos grelhados e assados, por sua vez, preservam a maior parte dos nutrientes, pois o forno não os deixa desidratados e não dilui as vitaminas neles presentes.

- Faça trocas inteligentes

Cremes usados em sobremesas são extremamente calóricos e gordurosos, então, que tal substitui-los por uma opção mais saudável para evitar a azia? A nutricionista Cátia recomenda a utilização de iogurte com baixo teor de gordura que, além de mais magros, contêm bactérias saudáveis que auxiliam no processo digestivo. "Receitas que levam creme de leite, por sua vez, podem trocar o ingrediente por requeijão ou maionese light", sugere a profissional.

- Deixe as receitas mais saudáveis

Pratos que incluem grandes quantidades de carne também podem desencadear o refluxo. "Proteínas e gordura são elementos que exigem maior liberação de ácido gástrico para digestão", explica a nutricionista Cátia. Por isso, substitua parte dela por vegetais, que são de fácil digestão.

- Prefira cereais integrais

"Por serem absorvidos mais lentamente, devido sua estrutura complexa, cereais integrais são recomendados para evitar a azia", afirma a nutricionista Daniela. Segundo a profissional, uma maior demora na fermentação ácida dos açúcares diminui o risco do refluxo. Vale lembrar ainda que esses alimentos são ricos em vitaminas e fibras, além de apresentarem baixo teor de gordura. O fato de promover maior saciedade também pode ser útil, já que o indivíduo não sofre o efeito rebote, que pode levar à procura de uma refeição volumosa e rica em gordura.

- Elimine bebidas alcoólicas

A bebida alcoólica deve ser evitada por quem sofre de refluxo, já que relaxa a válvula que impede que o suco gástrico do estômago volte para o esôfago. Em receitas, entretanto, ele não apresenta qualquer problema se for necessário flambar o ingrediente. "Isso facilita a evaporação do álcool", afirma a nutricionista Cátia. Do contrário, evite a adição da bebida e, claro, não acompanhe sua refeição com álcool.

- Troque o molho das massas

Molhos industrializados costumam ser extremamente ácidos, o que pode favorecer a azia. Por isso, prefira preparar molhos caseiros e não incremente a receita com temperos picantes. O molho de tomate, mesmo caseiro, nem sempre é tolerado. "Neste caso, use sua criatividade para criar uma opção com iogurte e ervas como a hortelã e a salsinha", sugere a nutricionista Daniela.

- Use copos de medida

A ingestão excessiva de comida também pode levar à azia. Assim, o ideal é preparar somente a porção de comida que você irá consumir ou separar a sua refeição no prato e deixar o restante em potinhos para evitar repetir o prato. Panelas e travessas com comida em cima da mesa podem parecer inofensivos, mas de garfada em garfada se tornam vilões de quem tem refluxo. "Com copos de medida, esse controle fica mais fácil", afirma a nutricionista Cátia.


Site: Minha Vida



Bookmark and Share

< voltar   
Home     |     Clínica     |     Especialidades     |     Corpo clínico     |     Localização     |     Contato