Rua Sorocaba, 706 - Botafogo
CEP: 22271-110 - Rio de Janeiro - RJ
Tel.:2103-1500 - Fax:2579-3713
E-mail: sac@clinicoop.com.br
Notícias

[15/03/2019]
Comer cogumelos duas vezes por semana reduz risco de perda de memória
Comer cogumelos ao menos duas vezes por semana pode ajudar a prevenir problemas de memória e fala em pessoas com mais de 60 anos.
[22/02/2019]
Minicérebros criados em laboratório no Rio têm até olhos
No futuro, testes dirão se os organoides podem enxergar; estruturas devem servir para entender doenças e avaliar medicamentos
[15/02/2019]
Gonorreia: por que a doença está ficando resistente a medicamentos
Bactéria responsável pela infecção sexualmente transmissível está desenvolvendo resistência aos antibióticos existentes
[14/02/2019]
Surto de febre amarela avança para Sudeste e Sul, alerta OMS
Em comunicado emitido em Brasília, entidade amplia área de vacinação para estrangeiros e aponta para terceira onda de contaminação

+ mais   


Beba mais água no verão para prevenir a formação de pedra nos rins


21/01/2014



Neste período o número de casos de pedra nos rins aumenta até 20%. Saiba qual quantidade de água seu organismo precisa e como identificar que você precisa ingerir mais.

O número de casos de pedra nos rins aumenta até 20% no verão, segundo dados da Sociedade Brasileira de Nefrologia (SBN). "Na época de clima quente as pessoas perdem mais líquido por meio da transpiração e a não reposição adequada pode levar à formação de cálculos renais", afirma Daniel Rinaldi dos Santos, presidente da SBN, de São Paulo. Por isso, não há desculpa. Beba mais água em casa, deixe uma garrafinha na mesa de trabalho e leve uma sempre na bolsa.

Tomar água é fundamental para diversas funções no organismo, como o transporte de nutrientes e oxigênio entre as células. "Também é ela que garante o bom funcionamento dos rins, responsável por filtrar o sangue lentamente e eliminar toxinas pela urina", explica Fábio Cardoso, médico especialista em medicina preventiva e do esporte. Nestes órgãos, diversas substâncias, como o cálcio, estão presentes em equilíbrio. Mas, quando há pouca água no xixi as chances de essas substâncias se precipitarem aumentam. Aí, formam-se pequenos cristais, que podem crescer e se tornar pedras. A doença provoca dores agudas na região lombar, conhecidas como cólica de rins, até que os cálculos sejam eliminados pelo sistema urinário ou retirados cirurgicamente. Mas há casos em que a pessoa não sente dor e a pedra é descoberta tardiamente, quando a função renal já está comprometida.

• Qual quantidade devo ingerir

Em média, as pessoas precisam beber 2 litros de água diariamente, sendo que cerca de 20% dela já está presente nos alimentos ingeridos no dia a dia. Mas essa quantidade pode variar dependendo, por exemplo, dos hábitos alimentares. Quando a dieta é rica em sal, carne vermelha e produtos industrializados é preciso beber mais. Para saber a quantidade você pode observar a urina. Se ela estiver sempre clarinha, quase transparente, e sem cheiro significa que você está bem hidratada. Caso contrário, você precisa aumentar o consumo de água. Nesta conta, você pode incluir frutas ricas em água, como melancia, chás e sucos naturais.

• Ajuda no celular

Recorra à tecnologia para te incentivar a beber mais água. Aplicativos como o Beba Água e o Beba Água Alarme, servem como lembretes de tempos em tempos.


Fonte: MdeMulher Saúde



Bookmark and Share

< voltar   
Home     |     Clínica     |     Especialidades     |     Corpo clínico     |     Localização     |     Contato