Rua Sorocaba, 706 - Botafogo
CEP: 22271-110 - Rio de Janeiro - RJ
Tel.:2103-1500 - Fax:2579-3713
E-mail: sac@clinicoop.com.br
Notícias

[15/03/2019]
Comer cogumelos duas vezes por semana reduz risco de perda de memória
Comer cogumelos ao menos duas vezes por semana pode ajudar a prevenir problemas de memória e fala em pessoas com mais de 60 anos.
[22/02/2019]
Minicérebros criados em laboratório no Rio têm até olhos
No futuro, testes dirão se os organoides podem enxergar; estruturas devem servir para entender doenças e avaliar medicamentos
[15/02/2019]
Gonorreia: por que a doença está ficando resistente a medicamentos
Bactéria responsável pela infecção sexualmente transmissível está desenvolvendo resistência aos antibióticos existentes
[14/02/2019]
Surto de febre amarela avança para Sudeste e Sul, alerta OMS
Em comunicado emitido em Brasília, entidade amplia área de vacinação para estrangeiros e aponta para terceira onda de contaminação

+ mais   


Entenda o que é um nódulo, quais doenças podem causá-lo e como ocorre o tratamen


24/04/2014



Você já ouviu muita gente falando sobre nódulo ao comentar a respeito de problemas de saúde. Mas você sabe mesmo o que é um nódulo? Podemos dizer que o nódulo foi uma forma encontrada pelo organismo para avisar que está ocorrendo alguma coisa errada em nosso corpo. São pequenos caroços sólidos ou salientes, de origem epitelial ou conjuntiva, com mais de um centímetro de largura.

O avanço da idade aumenta a chance do desenvolvimento de nódulo na tireoide.Foto: Shutterstock

Quando ele não está se expandindo pelo corpo, pode ser classificado como sendo de caráter benigno. Já quando se encontra em expansão, pode ser classificado como maligno. Suas características podem variar, dependendo do lugar em que ele se instala.

A glândula tireoide, que está localizada na frente de pescoço, logo abaixo das cordas vocais, é uma das áreas nas quais os nódulos podem aparecer. Quando surgem neste local, podem ter causas diversas.

Ele pode simplesmente aparecer por alterações da arquitetura morfológica da glândula, da forma como estoca os hormônios ou do substrato que usa para produzi-los, como também para sinalizar uma neoplasia: ou seja, um tumor maligno ou benigno.

O que é um nódulo:

• Na tireoide

As chances de se desenvolver nódulos na tireoide aumentam conforme a idade vai passando. Embora não seja comum apresentar sintomas, quando grandes, podem vir a causar dor, rouquidão ou atrapalhar o processo de engolir e respirar.

Apesar de o risco de ser cancerígeno, cerca de 90% dos nódulos de tireóide são benignos. O diagnóstico pode ser obtido por meio de um exame físico de rotina. Ao desconfiar da possibilidade de um câncer de tireoide, o médico realizará testes de laboratório para saber se o ele é canceroso.

Em caso positivo, o tratamento dependerá do tipo de nódulo da tireoide. Pode-se realizar a sua remoção cirúrgica ou utilizar uma pequena quantidade de iodo radioativo para destruir quaisquer células tiroideias remanescentes.

• Na mama

Outra manifestação pode se dar nos tecidos mamários. O aparecimento de nódulos nos seios de mulheres causa preocupação quanto a um possível câncer de mama, embora muitos não sejam cancerosos.

Em mulheres, geralmente são causados por alterações fibrocísticas, fibroadenomas e cistos. Na ocorrência de um cisto, o médico realizará um exame completo da mama. O autoexame da mama deve ser feito para poder identificar o aparecimento de qualquer alteração no seio.
O tratamento deste tipo de nódulo depende da causa. Se sólidos, geralmente são removidos cirurgicamente. Já os cistos podem ser drenados. Caso seja diagnosticado câncer de mama, realiza-se cirurgia, radiação, quimioterapia ou terapia hormonal.

• No pulmão

Nódulos também podem surgir no pulmão. Neste quadro, se apresentam na forma de manchas ovais ou arredondadas de até três centímetros, encontradas no meio do tecido pulmonar e que não se assemelham ao tecido normal.

O diagnóstico é cada vez mais frequente e pode ser feito por tomografia computadorizada. Ao ser encontrado o nódulo, o médico deverá investigar, por meio de exames, se trata-se de um câncer de pulmão. No entanto, é importante dizer que a maioria daqueles encontrados pela tomografia não são cancerosos, mas ligeiras infecções ou cicatrizes de infecções anteriores.
Outros nódulos

Além destas manifestações, também é possível identificar nódulos linfáticos, reumatoides, no pescoço, nas axilas, nas cordas vocais, entre outros. Ao constatar a presença de algum nódulo em seu corpo, procure seu médico para um diagnóstico e tratamento adequados, conforme a necessidade.


Fonte: Saúde Terra



Bookmark and Share

< voltar   
Home     |     Clínica     |     Especialidades     |     Corpo clínico     |     Localização     |     Contato