Rua Sorocaba, 706 - Botafogo
CEP: 22271-110 - Rio de Janeiro - RJ
Tel.:2103-1500 - Fax:2579-3713
E-mail: sac@clinicoop.com.br
Notícias

[15/03/2019]
Comer cogumelos duas vezes por semana reduz risco de perda de memória
Comer cogumelos ao menos duas vezes por semana pode ajudar a prevenir problemas de memória e fala em pessoas com mais de 60 anos.
[22/02/2019]
Minicérebros criados em laboratório no Rio têm até olhos
No futuro, testes dirão se os organoides podem enxergar; estruturas devem servir para entender doenças e avaliar medicamentos
[15/02/2019]
Gonorreia: por que a doença está ficando resistente a medicamentos
Bactéria responsável pela infecção sexualmente transmissível está desenvolvendo resistência aos antibióticos existentes
[14/02/2019]
Surto de febre amarela avança para Sudeste e Sul, alerta OMS
Em comunicado emitido em Brasília, entidade amplia área de vacinação para estrangeiros e aponta para terceira onda de contaminação

+ mais   


Fumar pode causar dor nas costas


08/05/2014



Estudos apontam que parar de fumar tende a diminuir as dores nas costas

O cigarro tem efeitos importantes no coração e pulmão, estando vinculado a doenças cardíacas, câncer e até problemas neurológicos. No entanto, pouco se fala sobre a relação desse hábito com a dor nas costas.


• O fumo como vilão da coluna

Estudos têm demonstrado que o tabagismo pode aumentar as dores musculares e articulares. Além disso, quando associado ao processo de envelhecimento, aumenta as chances de doenças articulares, com o aparecimento, principalmente, das artrites, artrites reumatóides ou osteoartrites.

As pesquisas científicas também apresentam uma estreita ligação entre o tabagismo e o aumento da dor lombar, doenças do disco intervertebral e complicações pós-operatórias após cirurgias de coluna.


• Parar de fumar pode ser a solução

Os dados apontam que os indivíduos que pararam de fumar tendem a diminuir o desconforto da dor nas costas. Além da diminuição da dor dos ex-fumantes, os tratamentos para reabilitar as lesões são mais efetivos.

Mesmo com muitos anos de tabagismo, parar de fumar já é um importante passo para a prevenção de dores na costas. E a grande culpada disso tudo é a nicotina, que, além de causar dependência, tem efeito vasoconstritor na microcirculação sanguínea. Isto é, diminui o diâmetro dos pequenos vasos, dificultando o aporte sanguíneo de oxigênio e nutrientes que as células recebem, o que interfere no funcionamento ideal de músculos e ossos.


• Prevenir é o melhor remédio

Em se tratando de dor nas costas, a prevenção é a melhor solução. Não basta apenas controlar o tabagismo, mas, também, o peso e manter uma prática regular de exercícios físicos.

Com a musculatura fortalecida e flexível, e o aporte sanguínea adequado, além de uma boa alimentação e hábitos saudáveis, a probabilidade de um indivíduo vir a ter dor nas costas cai significativamente.

O estresse e a má postura também são outros fatores causadores de dores nas costas. Então, é importante manter uma boa postura ao caminhar, sentar-se, dormir e durante o trabalho. Além disso, procurar atividades de lazer ou outros mecanismos de relaxamento podem ser grandes aliados no combate ao estresse.


Fonte: Minha Vida



Bookmark and Share

< voltar   
Home     |     Clínica     |     Especialidades     |     Corpo clínico     |     Localização     |     Contato