Rua Sorocaba, 706 - Botafogo
CEP: 22271-110 - Rio de Janeiro - RJ
Tel.:2103-1500 - Fax:2579-3713
E-mail: sac@clinicoop.com.br
Notícias

[18/01/2019]
Cientistas desenvolvem molécula que pode tratar insuficiência cardíaca
A Samba foi desenvolvida por pesquisadores da USP nos últimos dez anos, e o teste em ratos se mostrou promissor para ajudar pacientes que sofrem da doença.
[15/01/2019]
Dorme menos de 6 horas por noite?
Estudo indica que você tem mais chances de ter problemas de saúde
[10/01/2019]
É arriscado beijar bebês recém-nascidos?
Veja que cuidados tomar na hora da visita
[09/01/2019]
Exercícios impedem avanço do Alzheimer


+ mais   


Uso abusivo de smartphones pode causar lesões nas mãos


05/07/2012


Com a popularização de aparelhos celulares smartphones, navegar pela internet, enviar mensagens e usar o e-mail pelo dispositivo ficou mais rápido e fácil. Porém, de acordo com o Instituto de Ortopedia de Traumatologia do Hospital das Clínicas da USP, esse uso cada vez mais frequente pode levar a problemas nas mãos. Segundo o ortopedista Mateus Saito, isso acontece porque esse tipo de aparelho exige uma movimentação maior do dedo polegar, o que pode gerar lesões conhecidas como ‘textingtendinitis’.

Recente, um estudo canadense feito com 140 universitários mostrou que 84% apresentavam alguma dor. A mais relatada foi a do polegar. As chances de desenvolver esse tipo de dor com o uso de um aparelho com navegador de internet é 2,21 vezes maior do que em celulares tradicionais.

“Para cada clique que o polegar realiza, há um movimento de extensão que, após várias mensagens, acaba por causar microlesões no tendão extensor que se inflama”, explica Mateus. Segundo o médico, a articulação da base do dedo também se inflama pelo excesso de atrito do movimento circular.

Para quem já sofre com esse tipo de inflamação, o uso de bolsa de gelo e analgésicos podem ajudar. Porém, o ideal é prevenir as lesões evitando longos períodos de digitação e alongando os dedos. De acordo com Mateus, é preciso fazer um uso consciente do celular, utilizando seus recursos, como mensagem e e-mail, apenas quando realmente necessário, pois o uso do teclado do computador é melhor.

Além disso, ele recomenda que o usuário não digite com a mesma mão que segura o aparelho e que, quando possível, apoie o celular. Outra dica é acionar o sistema T9 ou adivinha, para economizar esforço na digitação. Agora, se você depende do uso excessivo desse tipo de aparelho, Mateus recomenda a busca de profissionais que o orientem com exercícios que fortaleçam a musculatura das mãos.

Fonte: www.saude.terra.com.br



Bookmark and Share

< voltar   
Home     |     Clínica     |     Especialidades     |     Corpo clínico     |     Localização     |     Contato