Rua Sorocaba, 706 - Botafogo
CEP: 22271-110 - Rio de Janeiro - RJ
Tel.:2103-1500 - Fax:2579-3713
E-mail: sac@clinicoop.com.br
Notícias

[13/11/2018]
Aplicativo de celular identifica com precisão ataques cardíacos
Pesquisadores acreditam que aplicativo poderia ajudar pessoas em países sem acesso a exames como o eletrocardiograma tradicional.
[12/11/2018]
Exame de cinco minutos pode prever o risco de demência, diz estudo
Doença estaria associada a maior pulsação arterial, que desencadearia declínio cognitivo
[07/11/2018]
Inteligência artificial consegue prever Alzheimer anos antes do diagnóstico

[05/11/2018]
O inovador implante na medula que fez homem com paralisia voltar a andar
Cientistas da Suíça desenvolveram método que estimula impulsos em medula espinhal de pacientes.

+ mais   


Hidrogel: as respostas para as perguntas que você está se fazendo


04/12/2014


Conversamos com a presidente da Sociedade Brasileira de Dermatologia, a dermatologista Denise Steiner, de São Paulo, para saber mais sobre um dos assuntos mais falados do momento.

A palavra hidrogel não sai do ar. Motivo: nessa última semana, a modelo Andressa Urach foi hospitalizada em estado crítico após uma cirurgia para retirar uma substância de preenchimento das pernas. Em outubro, ja ajudante de leilão Maria Brandão morreu depois de fazer uam aplicação do produto no bumbum com uma falsa biomédica. Por isso, reunimos aqui as principais questões sobre o assunto e adiantamos: fique longe desse tal de hidrogel!


O que é o hidrogel?

Ele é um produto de preenchimento quem tem como substância principal a poliacrilamida - polímero que não é absorvido totalmente pelo corpo. Ele conta com muita água em sua composição, por isso é muito parecido com gel.
Quem pode aplicar?

Somente médicos dermatologistas e cirurgiões plásticos estão aptos a aplicar a substância – confira se o profissional têm o registro na Sociedade Brasileira de Dermatologia e na Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica.


Para quais casos é indicado?

Ele é uma opção para fazer preenchimentos no rosto e no corpo. Serve para amenizar rugas, depressões de cicatriz, celulite e remodelar o contorno facial. Mas, geralmente, a primeira opção para ter os mesmos resultados é o ácido hialurônico, que apresenta poucos efeitos colaterais e é mais conhecido pelos médicos. Vale ressaltar que é muito pouca a quantidade usada, mesmo por quem entende - entre 2 e 3 ml para o rosto e 8 e 10 ml para o corpo. Só para você ter uma ideia, Urach aplicou 200 ml de hidrogel em cada perna, muito mais que o ideal.


Quais os riscos que a aplicação traz?

A aplicação pode não te trazer nada, mas também pode ter reações adversas e, infelizmente, você só vai saber se usar. O que pode te causar: hematoma, inchaço excessivo no local , obstrução de vaso (quando a circulação do sangue não tem fluxo normal dentro dos vasos), necrose da pele e até infecção generalizada.
É possível tirar o gel se eu me arrepender?

Muito difícil, já que ele não é absorvido pelo organismo e se mistura com pele e músculos. A retirada do hidrogel pode provocar reações como o biofilme - uma película de bactérias se forma na área da aplicação e se inflamar pode causar infecção generalizada.

CONCLUSÃO: Não use!!!! Há substâncias mais confiáveis no mercado – para preencher ou aumentar áreas maiores, os médicos indicam ácido hialurônico ou próteses de silicone.


Fonte: MdeMulher



Bookmark and Share

< voltar   
Home     |     Clínica     |     Especialidades     |     Corpo clínico     |     Localização     |     Contato