Rua Sorocaba, 706 - Botafogo
CEP: 22271-110 - Rio de Janeiro - RJ
Tel.:2103-1500 - Fax:2579-3713
E-mail: sac@clinicoop.com.br
Notícias

[21/01/2019]
Evolução da sífilis: quando se deve buscar ajuda
Entenda como a sífilis evolui e saiba quando procurar ajuda
[18/01/2019]
Cientistas desenvolvem molécula que pode tratar insuficiência cardíaca
A Samba foi desenvolvida por pesquisadores da USP nos últimos dez anos, e o teste em ratos se mostrou promissor para ajudar pacientes que sofrem da doença.
[15/01/2019]
Dorme menos de 6 horas por noite?
Estudo indica que você tem mais chances de ter problemas de saúde
[10/01/2019]
É arriscado beijar bebês recém-nascidos?
Veja que cuidados tomar na hora da visita

+ mais   


Triglicerídeos baixos podem indicar problemas hormonais


30/07/2015


Os triglicerídeos baixos, abaixo de 35 ml/dL, podem ser causados por problemas hormonais e alterações da tireóide, mas também pode ser causados por gasto energético exagerado, desnutrição, má absorção de nutrientes, desnutrição ou inanição, por exemplo. Por isso, é importante marcar uma consulta com um endocrinologista e cardiologista para determinar a causa e orientar o tratamento adequado.

Estar com os triglicerídeos baixos pode ser perigoso para saúde porque isto indica que existe uma menor quantidade de energia disponível para o funcionamento de todo o organismo, incluindo órgãos vitais como cérebro, coração e rins, aumentando assim o risco de morte.


Como aumentar os triglicerídeos baixos

Para normalizar os valores dos triglicerídeos além de controlar a causa com o tratamento médico, deve-se adotar uma alimentação saudável, fazendo refeições de 3 em 3 horas. Veja algumas dicas do que pode comer em: Segredos da alimentação saudável.

Entretanto não é recomendado aumentar excessivamente os triglicerídeos porque elevam o risco de desenvolvimento de doenças cardíacas ou mesmo ter um infarto, por exemplo. Os valores de referência dos triglicerídeos variam entre 50 e 150 ml/dL e devem ser mantidos dentro desta faixa para garantir energia suficiente para enfrentar momentos de jejum prolongado ou alimentação insuficiente.

Os triglicerídeos são produzidos através da ingestão de açúcar em excesso e não está diretamente relacionado a gordura da alimentação. Quando o indivíduo ingere grandes quantidades de açúcar, o corpo produz inicialmente os triglicerídeos que a seguir, acumulam-se em forma de gordura que pode formar placas de ateroma no interior das artérias ou ser armazenada em forma de gordura localizada.


Fonte: Tua Saúde



Bookmark and Share

< voltar   
Home     |     Clínica     |     Especialidades     |     Corpo clínico     |     Localização     |     Contato