Rua Sorocaba, 706 - Botafogo
CEP: 22271-110 - Rio de Janeiro - RJ
Tel.:2103-1500 - Fax:2579-3713
E-mail: sac@clinicoop.com.br
Notícias

[12/11/2018]
Exame de cinco minutos pode prever o risco de demência, diz estudo
Doença estaria associada a maior pulsação arterial, que desencadearia declínio cognitivo
[07/11/2018]
Inteligência artificial consegue prever Alzheimer anos antes do diagnóstico

[05/11/2018]
O inovador implante na medula que fez homem com paralisia voltar a andar
Cientistas da Suíça desenvolveram método que estimula impulsos em medula espinhal de pacientes.
[01/11/2018]
Bastam 10 minutos de exercício para cérebro ficar mais 'inteligente'
Estudo mostra que mesmo uma caminhada lenta faz com que neurônios ligados à aprendizagem tenham função aprimorada

+ mais   


Primeira dentição: como aliviar o mal estar dos bebês


01/09/2015


Confira dicas para suavizar a irritação e dor dos bebês quando os dentes estão nascendo

Os dentinhos dos bebês costumam nascer entre os cinco e os 18 meses e nessa fase os pequenos podem sentir algum mal estar local, ou até mesmo geral, como a falta de apetite, mau humor e discreta dor na gengiva. Pode ocorrer até um leve aumento da temperatura, mas, em geral, os bebês não costumam apresentar febre.

A primeira dentição apresenta alguns sintomas claros, como irritação, falta de apetite, tentativa de morder tudo que estiver pela frente, incômodo para dormir, inchaço e sensibilidade na gengiva.

Para aliviar a indisposição e o ?mau humor? dos bebês, os pais devem oferecer artigos de borracha que são apropriados para mastigação. Em alguns casos, quando a criança apresenta muita irritação, é aconselhável procurar o pediatra para avaliar se é necessário ou não o uso de analgésicos.

A alimentação e a rotina do bebê devem ser mantidas, porém alguns alimentos mais frios - como purê de maçã, iogurte de frutas, entre outros - ajudam no alívio da dorzinha. Outra dica bastante utilizada é usar gel analgésico na gengiva dos pequenos, sendo aplicados pelo dedo da mãe, seguindo de massagem para aliviar dores e coceiras. Isto, porém, deve ser feito com muito cuidado, para evitar que o anestésico atinja a garganta e, pela anestesia, provoque engasgos.

A importância dos mordedores

De todos os artifícios usados na fase da primeira dentição dos bebês, o mais comumente indicado e que possibilita o manuseio da criança são os mordedores, não apenas pelo alívio da dor mas, também, pela prática motora exercida pelo próprio bebê. Além disso, os mordedores permitem maior independência em comparação às dedeiras de silicone.

Por sentirem maior necessidade de morder coisas nesta fase, os mordedores aliviarão o mal estar. Existem vários tipos, tamanhos e cores de mordedores para bebês, procure escolher o mais confortável para o seu filho. Uma boa dica é guardá-los em geladeira, sempre bem higienizados, pois a temperatura mais baixa ajuda a anestesiar e aliviar a dor.


Fonte: Minha Vida



Bookmark and Share

< voltar   
Home     |     Clínica     |     Especialidades     |     Corpo clínico     |     Localização     |     Contato