Rua Sorocaba, 706 - Botafogo
CEP: 22271-110 - Rio de Janeiro - RJ
Tel.:2103-1500 - Fax:2579-3713
E-mail: sac@clinicoop.com.br
Notícias

[20/07/2018]
Sete casos de sarampo são confirmados no Estado
Todos os episódios têm ligação com a Faculdade de Direito da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), onde foi registrado o primeiro caso da doença
[16/07/2018]
Doença sexualmente transmissível pouco conhecida se alastra e alarma médicos
Infecção bacteriana mycoplasma genitalium causa dores, secreções e, no caso das mulheres, pode levar à infertilidade
[06/06/2018]
Tratamento experimental curou câncer de mama em estágio avançado
O câncer, que já tinha se espalhado pelo corpo, foi derrotado pelas células da própria paciente – que foram colhidas, selecionadas, multiplicadas e reinjetadas
[04/06/2018]
Um em cada 4 adultos é sedentário, diz Organização Mundial da Saúde
OMS lança compromisso para diminuir falta de atividade física no mundo em 15% até 2030. Inatividade onera assistência em US$ 54 bilhões anuais, diz entidade.

+ mais   


O trabalho está engordando você?


16/12/2015


Saiba identificar os momentos em que o trabalho vira inimigo da balança e prepare o contra-ataque!

Sua vida profissional pode sabotar sua dieta ou, pior, aumentar ainda mais suas medidas, sabia? Na lista dos vilões, a nutricionista Maria Pia Costa, da Nutriesssencial Consultoria, em São Paulo, inclui o acesso fácil às máquinas de guloseimas, fast food, excesso de cafezinhos e, claro, as tentações oferecidas pelos colegas no meio da tarde, no auge da larica. Acrescente o sedentarismo a isso tudo e, pronto, você vai entrar rapidamente para a turma dos profissionais acima do peso. Se não é o que você sonha para o seu corpinho, modifique também sua rotina. O primeiro passo é reservar espaço na agenda diária para tomar café da manhã e almoçar – se possível, sempre no mesmo horário –, além de programar um intervalo no meio da tarde para fazer um lanche rápido. São atitudes simples, mas indispensáveis para evitar armadilhas comuns, como pedir sanduíche por telefone na hora do almoço e devorá-lo em minutos diante do computador:


1. Café da manhã: combustível para a mente

Você sai de casa em jejum para não se atrasar? Acorde dez minutos mais cedo. Quem pula essa refeição detona o almoço. Tem mais: sem combustível, o raciocínio fica lento e você rende menos. O café ainda é importante para acordar o metabolismo, o que faz o corpo queimar mais calorias e estocar menos gordura. Mas se preferir dormir até o último minuto, leve uma fruta ou barrinha de cereais na bolsa para comer no caminho do escritório. No meio da manhã, dê uma parada para mais um lanche e beba água o dia todo – o corpo às vezes confunde sede com fome, fazendo você comer mais.


2. Na hora do almoço: almoce!

Se tem restaurante na empresa, ótimo. Mas veja lá o que vai pôr no prato. Servir-se de tudo um pouco (ou de tudo muito) resulta numa refeição pra lá de calórica. Experimente reservar metade do prato para as folhas e os legumes, e o restante para o carboidrato (um só: batata ou macarrão, nunca os dois) e a proteína (carne magra assada ou grelhada). Ou inverta os pratos: o raso para a salada e o de sobremesa para o salgado (arroz, feijão e carne). Pule o bife empanado, o pastel e os molhos gordurosos. Assim você tem direito à sobremesa. Sua opção é fast food? Procure restaurantes por quilo ou que tenham salada e grelhados no cardápio.


3. Lanche da tarde: metabolismo acelerado

Faça um ou dois lanches leves à tarde, com intervalos de três horas entre eles. O que comer? Frutas secas, castanhas, iogurte light. Essas comidinhas ajudam você a ficar longe da máquina de salgadinho, farta em doces e refrigerantes. Esticar as pernas até a lanchonete também é uma ótima idéia. Lá, peça um pão integral com queijo ou um misto.


4. Sono: não fique sem ele

Evite levar trabalho extra para casa, pois varar a noite acordada também faz os pneuzinhos saltarem. Isso acontece porque o cortisol (de novo ele) entra em ação. Além de provocar o desejo incontrolável de comer, esse hormônio aumenta a resistência à insulina (o açúcar fica circulando em excesso no sangue), fazendo o corpo estocar gordura, explica a nutricionista Pollyanna Oliveira, de Pouso Alto (MG). E as pesquisas comprovaram que o cortisol age muito mais intensamente em pessoas que dormem pouco.


5. Malhação: amiga do trabalho

Tem academia no seu trabalho ou próximo a ele? Pense seriamente em se matricular. Outra alternativa: no final do dia, nada de se esparramar diante da TV para relaxar. O médico do trabalho Mário Martins, da BM&F, aconselha você a usar o pouco tempo livre para mexer o corpo – nadar, correr ou andar. E, no trabalho, movimente-se sempre que possível. Vale ir no banheiro mais longe da sua sala. Usar as escadas quando for de um andar para o outro. Ficar de pé quando estiver ao telefone. Ir a pé almoçar ou dar uma volta depois de comer..


Fonte: MdeMulher



Bookmark and Share

< voltar   
Home     |     Clínica     |     Especialidades     |     Corpo clínico     |     Localização     |     Contato